quinta-feira, 27 de julho de 2017

Delação: PGR pressiona Cunha a entregar aliados

eduardo-cunha-piscando 

O ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), preso no Paraná desde outubro do ano passado, enfrenta dificuldades para avançar na negociação de um acordo de delação premiada com a Procuradoria-Geral da República.

Segundo envolvidos nas tratativas, os investigadores insistem para que ele entregue supostos fatos ilícitos envolvendo aliados, como os deputados do centrão – bloco político que ajudou Cunha a se eleger presidente da Câmara em 2015 e que foi determinante para o impeachment de Dilma Rousseff.

Heloisa Helena e Thereza Collor juntas em 2018

12b48490-f46e-4362-84c2-46cc8d991f17 

Há um fator novo em Alagoas. Thereza Collor, ex-cunhada de Fernando Collor, pode ser a surpresa do estado nas eleições de 2018. E ela não estará só: a ex-senadora Heloísa Helena articula uma dobradinha com a empresária.

As conversas estão caminhando bem. Ambas se admiram. A Rede, partido de Helena, está de braços abertos para receber Collor, filiada ao PSDB. 

O que ainda enrosca o acordo é decidir quem disputará uma cadeira no Senado e quem deve tentar um espaço na Câmara.

Uma Mudança de Oportunidades

brasil-politica-presidente-camara-dos-deputados-rodrigo-maia-20161010-04 

O DEM dá notícia de que pretende mudar de nome de de programa, agora que se dedica a uma dieta de engorda a fim de aproveitar a presença do deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) na presidência da Câmara e na posição de primeiro na linha de sucessão de um presidente na corda bamba.

Fez movimento semelhante em 2007, por motivo diferente. Na época, a dieta era aquela que fazem as vacas ficarem magras: dos 105 deputados federais eleitos em 1998, o então PFL havia caído para 60 em 2006. Confirmando o viés de baixa, hoje não chegam a 30. Mas, diante do destaque que as circunstâncias proporcionam a Maia, acha que pode inverter a trajetória com base na lei não escrita da perspectiva de poder.

Até pode, se encontrar uma boa forma. O problema é o conteúdo. O partido foi criado pela ditadura com o nome de Arena; a dissidência no fim do período autoritário fez surgir a Frente Liberal, nominado no ano seguinte (1985) Partido da Frente Liberal (PFL). Antes, porém, fez um breve estágio probatório como PDS. A troca do nome seria, agora a quinta tentativa.

PMDB deve ficar escanteado

 Resultado de imagem para psdb e pmdb quebram aliança

Na crise política, DEM e PSDB descobrem que os partidos apresentam ideias democráticas semelhantes e anunciam união para 2018.

O fato sinaliza o afastamento do governo Temer e o escanteio do PMDB que deverá ficar sem candidato majoritário à presidência, no próximo ano.

Governo do Estado convoca 63 professores temporários

 Imagem relacionada

Governo do RN, por meio da Secretaria de Estado da Educação e da Cultura, realiza a convocação de 63 professores temporários para atender a Educação Profissional. A lista dos convocados está publicada na edição da terça-feira (25), no Diário Oficial do Estado.
A SEEC acrescenta que, na edição desta quarta-feira (26), serão convocados mais 623 professores temporários da Base Comum com o objetivo de atender as necessidades existentes nas 16 Diretorias Regionais de Educação e Cultura (Direcs). A listagem estará disponibilizada no Diário Oficial do Estado e no site da SEEC.
Os candidatos terão 10 dias, a partir desta publicação, para se apresentar nas Direcs para as quais se inscreveram com a documentação exigida no Edital.

quarta-feira, 26 de julho de 2017

Com 76% de avaliação prefeito de Patu reúne servidores

prefeito de patu

O prefeito Rivelino Câmara, reuniu secretários municipais, secretários adjuntos, subsecretários, coordenadores, diretores e chefes de departamento, para fazer um balanço dos seis primeiros meses de sua gestão frente ao poder executivo.

O encontro que aconteceu no Auditório do Hotel Olho D’água do Milho, contou ainda com a presença do vice prefeito Gilberto Moura, da presidente da Câmara Municipal de Vereadores, Lucélia Ribeiro e dos vereadores Alexandre Beka, Suetônio Moura e Rezenildo Ernesto.

Rivelino lembrou das inúmeras dificuldades enfrentadas pela sua gestão em um período de crise econômica que afeta todo o Pais, e ressaltou que em nenhum momento parou de trabalhar e buscar meios para bater de frente com as dificuldades. 

“Desde de janeiro deste ano que trabalhamos diariamente para manter em dia todos os serviços oferecidos pelo município. Não recuamos frente à crise vigente e a enfrentamos com muito trabalho e ações como por exemplo o pagamento em dia dos servidores municipais, com a antecipação do 13º salário para os aniversariantes do mês, o que injetou dinheiro na nossa economia”, lembrou.

Indecisos Temer tem de ligar ainda para 80 deputados

IMG_8267

Para garantir que a Câmara dos Deputados rejeite a denúncia apresentada pela procuradoria-geral da República (PGR), o presidente Michel Temer está ligando para cerca de 80 deputados que se mantêm indecisos sobre o voto. 

A lista de parlamentares foi preparada pelo vice-líder do governo na Câmara, deputado Beto Mansur (PRB-SP).

— O presidente Temer está ligando para uns 80 deputados — disse Beto Mansur.

Temer disse a interlocutores que já conseguiu reverter “uns 20 votos” com os telefonemas. A intenção do Palácio do Planalto é derrotar a denúncia e mostrar que Temer ainda tem uma base aliada formada por cerca de 280 ou 300 deputados.